• Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

©2019 POR DT PRAGAS. 

CRIADO ORGULHOSAMENTE COM A MAISSUCESO

Pedir um orçamento
arrow&v

CONTATOS

ENVIE UM EMAIL OU LIGUE SE TIVER DÚVIDAS
DTPRAGAS@GMAIL.COM
(71) 3123-4546  | 9.8842-4546
logo-maissucesso-OFICIAL.png

Cupim de Madeira Seca

Cupins podem ser encontrados em quase todo o mundo, mas estão distribuídos principalmente em regiões tropicais e subtropicais.
A fonte alimentar básica destes insetos é material celulósico, que em termos gerais, é digerido com o auxílio de microrganismos simbiontes intestinais. Eles têm importante papel ecológico, funcionando como consumidores primários e decompositores, auxiliando na aeração dos solos e na distribuição de nutrientes. É relativamente pequeno o número de espécies consideradas como pragas, quando comparado ao número total. Cupins são insetos eusociais. Nas colônias os indivíduos têm funções diferentes de acordo com a casta que ocupam, bem como morfologias adaptadas a estas funções. Os operários são responsáveis, por exemplo, pela busca de alimentos. Os soldados são responsáveis pela proteção do ninho. Há também a casta dos reprodutores, formada por indivíduos sexualmente definidos. Os reprodutores alados promovem dispersão a partir da revoada que acontece principalmente no início das estações das chuvas.
Cupins Subterrâneos Coptotermes Gestroy 
É a espécie de cupins subterrâneos mais importante economicamente no Brasil. Eles podem construir ninhos em árvores vivas, mas geralmente o fazem no solo ou em locais ocultos e úmidos como vãos estruturais. Eles se alimentam de materiais celulósicos, mas podem atacar produtos que não contêm celulose eliminando-os sem digestão. Para procurar alimento, os operários podem fazer túneis no solo, ou construir galerias em ambientes abertos, utilizando fezes e saliva para se proteger da perda de umidade ou de ataques naturais.
Cupins de madeira seca Cryptotermes brevis 
É a espécie de cupins de madeira seca mais importante economicamente no Brasil. Eles vivem em madeiras com baixo teor de umidade, como portas, janelas, armários, entre outros. Raramente são encontrados em ambientes naturais. O interior da madeira vai sendo consumido enquanto na superfície surgem pequenos orifícios circulares por onde são eliminados grânulos fecais e por onde saem os alados durante a revoada. Eles podem atacar outros tipos de materiais, como papel ou isopor.
Cupins de Áreas Florestais 
Apesar de sua importância ecológica, os cupins podem ser considerados os organismos mais daninhos às culturas florestais. Os danos provocados são muito variáveis, pois as florestas plantadas são atacadas do plantio à colheita por muitas espécies de cupins que causam danos consideráveis. Dentre as espécies de cupins que atacam as áreas florestais temos: Cornitermes cumulans (cupim de montículo)Syntermes molestus e Cornitermes bequaerti.
WhatsApp-icone.png